A nossa ideia de dimensão é muito pequena

Abri a janela de um mundo que está dentro de uma rede para ler o que nela se passava. Para ser sincera, eu sabia que, enquanto lia, aquilo não era o mundo, na sua forma literal. Não era porque tudo não passava de fragmentos.

“Ela é do bem, Ele é do mal….”

O raciocínio “em linha” que levou tempo para ser construído ou a tese de doutorado não se encontravam ali. Bom, pelo menos não vi. Depois de queimar alguns minutos, a ler o fenómeno de “apedrejamento dos vilões” ou “adoração daqueles que sabem”, fechei aquela janela.

Lembrei-me do meu amigo Mia: “A nossa ideia de dimensão é muito pequena”.

Senti-me triste.

O que temos feito?

Ler pessoas que pensam como nós. E quem pensa como nós é um grupo tão pequeno, tão reduzido. Temos lido o mundo a partir de pessoas que pensam como nós e isso tem aumentado o radicalismo.

Pergunto: a sabedoria, ela é radical? Porque a prudência é boa em dizer “não, obrigada”, prima pela “administração cuidadosa”.

Sabedoria e prudência. Casam, não casam?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s