Desaprendendo o amor

A vida amorosa não é um filme, infelizmente. Quer dizer, o amor eterno que o casal morre de mãos dadas como no clássico “Diário de uma paixão”, ou aquele que o rapaz chega ofegante para alcançar a amada, que está de malas prontas na linha de embarque no aeroporto, existe, mas são momentos. E momentos são instantes. Tem hora de acabar.

Pensando bem, os filmes românticos são óptimos porque lembram-nos que essas situações existem…e clichê, sim, mas todos nós perseguimos o amor. Apesar, da invisibilidade desse sentimento, estamos sempre a farejá-lo.

Enquanto isso, vááários discursos são construídos. O que é amar, gostar, apaixonar, desejar, “10 passos sobre como superar o fim do relacionamento”,já agora, a última que eu li: “anel hi-tech permite sentir a batida do coração do seu amor”, e por aí vai. No plano teórico é fácil acreditar nessas narrativas, enquanto que na prática é difícil de seguir, às vezes.

Em conversa com algumas mulheres foram partilhados pensamentos sobre o que seria o amor e um relacionamento saudável. Confira!

1-amor

untitled

untitled-5

Declarações que direcionam para o seguinte: relacionamento saúdavel é o que se constroi, é o todo dia, a conversa, o respeito pela opinião e individualidade do outro, alinhar os objetivos e as expectativas.

Somos humanos e nos relacionamos em diferentes cenas, e nos divertimos e aprendemos com elas. Quem somos nós para privar os outros de fazerem ou serem o que eles têm vontade, principalmente se os amamos?

 

Anúncios

3 thoughts on “Desaprendendo o amor

  1. A proposito!
    Outro dia chegando lá a casa ligou para mim, como habitualmente, e pediu que lhe abrisse a porta. Assim o fiz, dei as costas e fui à minha vida. Ele não gostou. Ficou em silencio. Foi à cozinha, voltou, apanhou o móvel e falou com alguém a quem disse: “Estou pronto, podes vir!”

    Undi bu sta bai?
    Casa
    Pamo?
    Mor n bem dau so um beju
    Ehn pm?
    Pm sim!
    Ko bai…
    Ah bu ta carapati? N pensa bu ka kria pam binha, de manera ku recebem…

    Amor é poesia, dança a dois! Eco! Tudo o que damos, recebemos em troca! Sempre que saímos do compasso, podemos pisar…ser pisados!

    Amor é dança, adoro dançar! Exige dedicação, entrega e sobretudo amor para dar!

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s