Pote da Gratidão

8beb16717b70e4a7a08c723b07e07909

Rir das coisas passadas, lembrar de lugares que já fomos e de coisas que já vimos. Conseguir ver e apreciar o “bom”, mesmo que ele dure um instante. A vida não é amanhã. É agora, sem isso ou aquilo.

Admiro aqueles que são naturalmente gratos e encantados com a vida, todos os dias. Embora, seja fácil ser grato com um bom salário, oportunidade de viajar, uma casa linda, saúde da sua família…

Se calhar, gratidão é mais. E não é fácil. Exige a habilidade de escolher o que faz sentido para nós mesmos nas coisas simples e ser grato por isso.

Se calhar, felicidade é ler Manoel de Barros: “Há histórias tão verdadeiras que às vezes parece que são inventadas (…)”.

Se calhar, felicidade é querer bem o que não há em mim.

Se calhar, felicidade sou eu e a minha mãe a dançarmos no meu quarto, ao som da Celine Dion, com o meu irmão à porta a sorrir.

Um momento bom que durou um instante, mas sou grata.

E assim, vou enchendo o meu pote da gratidão.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s