A minha lente sobre o mundo


O maior prémio mundial de fotografia, Sony World Photography Awards 2016, revelou os seus vencedores. O jornalista/fotógrafo em destaque é o iraniano Asghar Khamseh com o seu trabalho intitulado por “Chamas do Ódio” que revela o sofrimento das pessoas vítimas dos ataques com ácido.

sony-world-photography-awards-2016
Shirin Mohamadi , uma jovem de 18 anos de idade que disse não para seu pretendente no primeiro dia de Ano Novo de 2012. E foi então atacada com ácido . Shirin perdeu seu olho direito , nariz, um de seus ouvidos e sua boca foi severamente danificada . Outras partes do corpo foram queimados profundamente.

O olhar sensível do fotógrafo revelou-me o quanto eu sei pouco das outras vidas. Reforçou a ideia de que a minha lente é pequena e fraquinha. Miserável diante de algo muito grande que quer falar.

Por enquanto, a única que eu tenho para experimentar o mundo.

A única que eu tenho para ler o mundo.

Sou finita. Só tenho esse quadradinho apertado para ver o mundo.

482488_10151889702368848_1453209807_n
Ilha de Santiago, Tarrafal

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s