Não faço parte de nenhum drama humano

 

4a30e4b37c1192217492a9b55ee9acb7

Até quanto vale a minha realidade? Não faço parte de nenhum drama humano.

Cruzo com a fome quando o meu estômago reclama ou a minha ansiedade grita que estou com “fome”. Uma sensação que dura alguns passos até eu abrir o frigorífico, alguns minutos até eu encontrar na bolsa o lanchinho da tarde, saudável diga-se de passagem, ou 20 a 30 minutos quando o almoço atrasa.

Sinto falta da água quando o tanque do prédio ou o bebedouro do escritório seca.

Durmo, acordo, durmo, acordo e acho que os outros são mais felizes, os outros possuem mais. E por isso, durmo, acordo, durmo, acordo querendo ser mais feliz, querendo possuir mais.

Sou cliente daqueles que vendem a ideia que sou um ser especial, que vou mudar o mundo, que o céu é o meu limite.

Compro, sim! Afinal, é o que a maioria faz…

Olho para frente, olho para cima, não conheço o chão em que piso. Conheço a feiúra da vida através da televisão, cinema, jornais sensacionalistas, músicas e discussões.

Meço o meu conhecimento da feiúra da vida através do que leio e compartilho.

Olho para frente, olho para cima, quero que a guerra dos outros acabe. Não conheço a minha. Finjo não ter nenhuma.

Até quanto vale a minha realidade? Não faço parte de nenhum drama humano.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s