A culpa é dos outros

syrian-refugees

Ataques terroristas, falsas ideologias, fome, desmatamento florestal, tráfico humano, crise económica, exploração infantil, racismo, desigualdade de género, homofobia, xenofobia, desperdícios, jogos políticos, fronteiras fechadas, gritos, choros…

Sim, acontece muita coisa depois da margem onde estamos. Somos uma entidade à parte dos problemas que abalam o mundo e nada podemos (ou queremos) fazer em relação a isso.

Somos, apenas, espectadores e críticos assíduos da desgraça alheia.

A gravidade das situações é encarada como uma fatalidade onde a solução não está, nem de perto, em nossas mãos.

Dependemos das escolhas e decisões dos outros.

Esperamos pelo outro.

“A culpa é dos outros!”

A culpa é dos outros, mas nós somos os outros.

Somos levianos. O ser humano é falho.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s