Aquilo que o coração alheio não deu

f3bf765e22e89a93324dc7bcbf510bac

Naquele momento, ela sabia que tinha que chegar sempre inteira. E tinha a consciência que era difícil para muitos entenderem o que se passava. Mesmo assim, precisava que o coração alheio sentisse o que ela sentia. Precisava que o coração alheio sentisse como é ser tão valiosa, ao mesmo tempo, sendo tão desperdiçada.

Ela não queria a simpatia de mais ninguém! Queria apenas que o coração alheio entendesse que ela pode não ser eterna. Pois, dela mesma apenas uma pequena parte permaneceu doce. Ela não queria que o coração alheio se escondesse, por de trás da simpatia, do desafio de administrá-la.

A água precisava da empatia do coração alheio, mas só recebeu a simpatia.

Anúncios

One thought on “Aquilo que o coração alheio não deu

  1. Parabéns De! Texto profundo sobre um recurso natural tão valioso . Saber que as mulheres no mundo andam até 6km por dia para conseguir água convida-nos a reflectir nessa necessária empatia.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s